Seis casos suspeitos da gripe na Venezuela dão negativo

Caracas, 2 jun (EFE).- As autoridades sanitárias da Venezuela informaram hoje que deram negativo as seis amostras suspeitas de gripe suína coletadas do círculo próximo dos três únicos infectados no país: um jovem universitário, a mãe e a namorada.

EFE |

O presidente do Instituto Nacional de Higienes (INH), Jesús Querales, disse à televisão estatal "VTV" que, "ontem à noite, terminamos a avaliação destas seis amostras e, felizmente, deram negativo", e com isso "continuamos no país com os três casos" confirmados ontem pelo ministro da Saúde, Jesús Mantilla, destacou.

O ministro disse na segunda-feira que os três infectados "se encontram totalmente isolados desde o princípio" e que agora, "em perfeito estado de saúde, recebem a visita dos epidemiologistas".

As autoridades retiraram amostras de parentes e amigos do primeiro jovem, de 22 anos, que foi diagnosticado na quinta-feira passada após retornar de uma viagem ao Panamá. Na sexta-feira, confirmou-se que a namorada dele contraiu o vírus e, no domingo, foi verificado que a mãe também estava com a gripe.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE ar/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG