Segurança e economia abrem discurso de Obama

O candidato democrata à Casa Branca, Barack Obama, iniciará seu discurso de encerramento da Convenção, no qual aceitará a indicação do partido, nesta quinta-feira à noite, enfatizando as áreas de segurança e economia, de acordo com trechos antecipados por sua assessoria.

AFP |

Segundo o texto, Obama dirá que "como um comandante-em-chefe, eu nunca hesitarei em defender esta nação", mas destacará que "enviarei nossas tropas para arriscar suas vidas apenas para uma missão clara e com o compromisso sagrado de lhes fornecer o equipamento de que necessitam para lutar e o cuidado e benefícios que merecem quando voltarem para casa".

Obama também dirá que os Estados Unidos enfrentam um de seus "momentos definidores", depois de prometer reativar a economia e restaurar a liderança moral da nação.

"Esse momento - essa eleição - é nossa chance de manter vivo, no século 21, o sonho americano. Nós enfrentamos um desses momentos definidores - um momento em que nossa nação está em guerra, nossa economia está em turbulência, e o sonho americano foi ameaçado mais uma vez", destacará Obama.

É o sonho americano "que sempre fez desse país um país diferente dos outros", completa a nota.

"Se trabalharmos duro e fizermos sacrifícios, cada um de nós poderá atingir seu sonho e, além disso, unir-se à grande família americana para garantir que a próxima geração possa, por sua vez, perseguir esse sonho", dirá Obama.

"É por isso que eu estou aqui esta noite. Porque, há 232 anos (em relação à independência dos EUA), a cada vez que esse sonho é ameaçado, homens e mulheres comuns, estudantes e soldados, agricultores e professores, enfermeiras e garis encontram a coragem de manter esse sonho vivo", reforçará.

"E estamos aqui porque amamos muito esse país para deixar que os próximos quatro anos pareçam como os últimos oito", dirá o candidato, em um claro ataque a seu adversário republicano, John McCain, por oferecer "mais quatro anos" do mesmo, ou seja, do presidente George W. Bush.

jit/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG