Segurança do ex-premiê Tony Blair é a mais cara do R.Unido

Londres, 26 dez (EFE).- A proteção do ex-primeiro-ministro do Reino Unido Tony Blair custa aos cofres públicos nada menos que 6 milhões de libras (6,5 milhões de euros) ao ano, o que o torna a pessoa com a segurança policial mais cara do Reino Unido.

EFE |

Segundo uma reportagem publicada hoje pelo jornal "The Daily Telegraph", mais de 20 policiais velam pela segurança de Blair, o dobro do contingente que protege o atual chefe do Governo, Gordon Brown.

A conta da segurança dada ao ex-líder trabalhista é cara por causa de suas frequentes viagens ao exterior, onde assinou lucrativos contratos no setor privado.

Antes de Blair fazer estas viagens, a Scotland Yard tem que enviar uma "equipe avançada" para avaliar os riscos de segurança.

No fim das contas, o contribuinte britânico paga até 16.000 libras por dia (17.600 euros) para que Blair não seja vítima de nenhuma ação violenta.

No entanto, o gasto excessivo começa a preocupar o Governo e a Scotland Yard, para quem o ex-líder, que já ganhou mais de 18 milhões de libras (quase 20 milhões de euros) desde que deixou o poder, poderia ajudar a pagar as despesas.

"Ninguém tem problema em pagar pela segurança quando ele faz uma viagem em nome do Reino Unido ou enquanto está em sua casa neste país. Mas parece justo que ele faça uma contribuição para o custeio de sua proteção quando se ocupa de tarefas privadas bem pagas", disse a fonte do "Daily Telegraph".

Para Dai Davies, ex-chefe da Brigada de Proteção da Realeza na Scotland Yard, Blair enfrenta uma "verdadeira ameaça" porque colocou "o Reino Unido nos conflitos do Afeganistão e do Iraque".

"No entanto, especificou Davies, "se ele está se beneficiando da proteção da Scotland Yard por razões comerciais, deveriam considerar cobrar dele um preço comercial pela proteção.

A conta total deverá aumentar no ano que vem, já que Blair, que cobra 100.000 libras (110.000 euros), vai dar explicações sobre a invasão ao Iraque durante uma investigação especial. EFE pa/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG