Seguradora oferece US$ 1 milhão por pistas de ladrões de jóias na França

Paris, 9 dez (EFE) - A firma Lloyds, seguradora da exclusiva loja Harry Winston, que, na semana passada, sofreu um roubo espetacular de jóias avaliadas em 85 milhões de euros, ofereceu uma recompensa de até US$ 1 milhão a quem dê pistas que ajudem a encontrar os ladrões. Procurada hoje pela Agência Efe, a joalheria Harry Winston não negou ou confirmou a recompensa. Estamos cooperando com as autoridades, limitou-se a dizer um porta-voz da firma S.W.

EFE |

Associates, com sede em Nova York, que representa a joalheria assaltada.

Na semana passada, quatro homens roubaram, em 15 minutos, 85 milhões de euros em jóias. A loja está localizada em uma área nobre de Paris.

O roubo, o maior da história da França, ocorreu um ano depois que, no mesmo estabelecimento, outro assalto terminou com um prejuízo de mais de dez milhões de euros, pelo qual a seguradora ofereceu então US$ 500 mil.

O roubo, qualificado de "muito profissional" pelos investigadores, poderia ser obra de um grupo internacional de crime organizado como o Pink Panthers, mas teve menos violência do que costuma ser comum quando esse grupo do Leste Europeu está envolvido.

A loja assaltada se encontra na avenida Montaigne, no exclusivo distrito 8º de Paris, a poucos metros do Champs-Elysées, do rio Sena e do Arco do Triunfo. EFE jaf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG