os paraísos - Mundo - iG" /

Segunda noite do Carnaval do Rio começa com desfile sobre os paraísos

Rio de Janeiro, 15 fev (EFE).- Uma apresentação sobre os paraísos da humanidade, tanto os naturais quanto os espirituais e os de consumo, abriu hoje a segunda e última noite dos desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Carnaval do Rio.

EFE |

A Mocidade Independente de Padre Miguel foi a primeira escola a desfilar no sambódromo da Marquês de Sapucaí com o enredo "Do paraíso de Deus ao paraíso da loucura, cada um sabe o que procura".

A escola, cinco vezes campeã do Grupo Especial, quer voltar aos bons tempos e disputar o título após a penúltima colocação no ano passado.

Depois das seis escolas que desfilaram entre a noite do domingo e a madrugada da segunda-feira, outras seis fecham as apresentações do Grupo Especial nesta noite, mais uma vez com sambódromo lotado, com cerca de 70 mil espectadores.

A segunda escola a se apresentar é a Porto da Pedra, de São Gonçalo. A agremiação apresenta a história da moda com o enredo "Com que roupa... Eu vou? Pro samba que você me convidou".

A maior campeã do carnaval carioca, a Portela, que já conquistou o Grupo Especial 21 vezes, quer encerrar um jejum de títulos que já vem desde 1984. Para isso, a escola aposta em um enredo sobre a Internet e a inclusão digital: "Derrubando fronteiras, conquistando a liberdade, o Rio de paz em estado de graça".

A Grande Rio, escola de Duque de Caxias, vai contar a história do Sambódromo, fundado em 1984, e de seu camarote mais famoso, com o enredo "Da arquibancada ao Camarote Número 1 - 25 anos de folia no palco da fantasia".

A Vila Isabel, campeã de 2006, homenageará o centenário de seu principal compositor e poeta, com "Noel: a presença do poeta da Vila". O samba escolhido é de autoria de Martinho da Vila, o que não acontecia desde 1993.

A Mangueira, do alto de sua tradição, fecha a segunda noite dos desfiles. O enredo "Mangueira é música do Brasil" conta a história da MPB, passeando por ritmos como o samba, a bossa nova, o rock nacional e o funk.

As seis escolas da noite da segunda-feira terão que superar as grandes apresentações das escolas que mais empolgaram na madrugada anterior. O Salgueiro, atual campeão, emocionou o sambódromo. A Unidos da Tijuca, porém, foi elogiada até mesmo por carnavalescos e dirigentes das escolas rivais, e desponta como principal favorita.

A grande campeã do Carnaval 2010 será conhecida na apuração marcada para a tarde da próxima quarta-feira de cinzas, na Praça da Apoteose, no próprio Sambódromo. EFE cm/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG