Tegucigalpa, 29 ago (EFE).- Seguidores do presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, asseguraram hoje que o governante da Costa Rica, Óscar Arias, mediador nas negociações da crise política, não aceitará as propostas de solução do atual Governo presidido por Roberto Micheletti.

Rafael Alegría, dirigente camponês e um dos líderes do movimento de resistência popular que exige a restituição de Zelaya na Presidência, disse à Agência Efe que "o que Micheletti quer é manter sua estadia no Governo com manobras políticas que não serão aceitas pela comunidade internacional, nem por Arias".

A Chancelaria hondurenha informou ontem, em comunicado, que uma "enviada especial" levou um documento a Arias com três propostas como alternativas de solução, mas não especificou seus conteúdos.

EFE gr/pd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.