Segue busca por desaparecidos em desabamento de Arquivo de Colônia

Berlim, 4 mar (EFE).- Equipes de resgate continuam buscando duas pessoas que estão desaparecidas desde o desmoronamento do Arquivo Histórico de Colônia e de dois prédios vizinhos, informou a Polícia alemã.

EFE |

Os dois desaparecidos são moradores do andar superior de um prédio vizinho. Caso realmente se encontrem entre as ruínas, as chances de que tenham sobrevivido são escassas, informaram hoje fontes da Polícia.

Uma fonte do Arquivo qualificou de imensas as perdas materiais do desabamento, já que o valor calculado dos documentos depositados chega a 400 milhões de euros.

Inicialmente, as autoridades haviam estimado o número de desaparecidos em até nove, mas hoje acredita-se que apenas os dois moradores do prédio estejam entre as vítimas soterradas.

Os funcionários do arquivo e as pessoas que consultavam documentos do mesmo conseguiram se salvar após ouvirem um barulho que anunciava a queda, deram o alarme e evacuaram rapidamente o edifício.

As causas do desabamento, que aconteceu na terça-feira, não foram esclarecidas, mas podem ter relação com as obras de ampliação de uma linha de metrô da cidade.

Alguns funcionários do arquivo contaram que, há várias semanas, tinham alertado para o surgimento de rachaduras no edifício, mas as perícias feitas não recomendaram que o mesmo fosse fechado.

O Arquivo Histórico de Colônia continha documentos de mais de mil anos de história e recentemente tinha se incorporado a ele o legado completo do Prêmio Nobel de Literatura de 1972, Heinrich Böll. EFE gc/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG