congela candidatura à direção do Partido Socialista - Mundo - iG" /

Ségolène Royal congela candidatura à direção do Partido Socialista

Paris, 15 set (EFE) - A ex-candidata socialista ao Palácio do Eliseu Ségolène Royal, que em maio foi a primeira a anunciar a postulação à direção do Partido Socialista (PS), disse hoje que a congela até o início de novembro e convocou seus adversários a colocar na geladeira os temas de candidatura.

EFE |

Royal disse que decidirá sobre se mantém ou não a candidatura ao cargo de primeiro-secretário do PS após o voto dos militantes do partido, em 6 de novembro, sobre as "moções", incluindo sua própria, que as diversas facções vão depositar para o Congresso que será inaugurado oito dias depois.

Nesse congresso serão determinadas a linha política e a futura liderança da maior legenda de oposição da França.

O PS está há meses sob a sombra da batalha pela direção e as divisões sobre se o novo primeiro-secretário deverá ser um mero chefe de equipe ou um aspirante a defender as cores do partido nas eleições presidenciais francesas de 2012.

O prazo para a apresentação das "moções" -cuja votação permite medir a relação de forças entre as diversas correntes do PS-, termina no dia 23.

Royal, que nas pesquisas está atrás do prefeito de Paris, Bertrand Delanoë, e da primeira vereadora de Lille (norte), Martine Aubry, disse hoje à televisão "TF1" que sua própria candidatura à direção do PS já não é "uma condição prévia".

"O que proponho é que cada um ponha na geladeira os temas de candidatura bem ao posto de primeiro-secretário ou à escolha presidencial", afirmou Royal, que disse publicamente em várias ocasiões que queria concorrer novamente ao Palácio do Eliseu. EFE al/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG