Sede de partido opositor venezuelano é atacada com bomba de gás lacrimogêneo

Caracas, 8 jan (EFE).- Uma sede do partido opositor venezuelano Copei foi atacada hoje com uma bomba de gás lacrimogêneo que teria sido lançada pelo grupo La Piedrita, aliado do Governo do presidente Hugo Chávez, denunciaram porta-vozes da legenda Social-Cristã.

EFE |

O dirigente do Copei Juan Carlos Solórzano disse que a "bomba de gás lacrimogêneo" foi lançada nesta manhã contra a sede principal do partido, localizada em El Bosque, no centro-leste de Caracas, sem deixar feridos nem causar grandes danos materiais.

Solórzano acrescentou que o grupo La Piedrita reivindicou a autoria do atentado em panfletos lançados no local.

Os panfletos destacaram que o atentado foi em resposta às supostas agressões que os partidários de Chávez supostamente sofreram nesta quarta-feira durante um ato político em Táchira.

Nos últimos meses, o grupo La Piedrita assumiu a autoria de pelo menos dois ataques com bombas lacrimogêneas à sede da emissora privada de notícias "Globovisión", abertamente opositora ao Governo de Chávez. EFE gf/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG