O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos, Jose Miguel Insulza, defendeu neste sábado a suspensão de Honduras do organismo, durante a Assembléia Geral extraordinária da OEA, realizada em Washington para analisar o golpe que derrubou o presidente Manuel Zelaya.

gde/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.