Secretário ibero-americano pede saída à crise que respeite mercados

Sjirat (Marrocos), 29 mai (EFE).- O secretário-geral ibero-americano, Enrique Iglesias, pediu hoje à comunidade internacional que a regulação adotada para sair da crise não afogue os mercados.

EFE |

"Um dos principais erros (nos quais se pode incorrer) é que haja uma regulação que sufoque os mercados. É preciso fazer isso de forma inteligente e tentar ter, para isso, instituições adequadas e bem preparadas", disse à Agência Efe o secretário-geral à margem de sua participação em um fórum em Sjirat, próximo a Rabat.

Durante palestra no simpósio "Por uma iniciativa tricontinental atlântica", Iglesias destacou a necessidade de que surja "uma nova arquitetura financeira internacional" e de "reforçar e reestruturar o Fundo Monetário Internacional (FMI)".

Para ele, o ponto ao qual se chegou "é fruto de uma realidade que nos está mostrando os grandes defeitos que havia no mundo e a maneira de corrigi-los", e exemplificou com uma valorização e modernização do papel do Estado e dos poderes públicos.

Para o titular da Secretaria-Geral Ibero-Americana (Segib), esta crise "grave, imprevisível e sem precedentes significou um fracasso no sistema multilateral e nas agências de risco, que não estiveram à altura de suas responsabilidades". EFE mgr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG