Secretário espanhol para região ibero-americana chega amanhã ao Brasil

Brasília, 6 mai (EFE).- O novo secretário de Estado espanhol para a região ibero-americana, Juan Pablo de Laiglesia, chegará amanhã ao Brasil para se reunir com autoridades do Governo de Luiz Inácio Lula da Silva, informaram hoje fontes diplomáticas.

EFE |

Esta é a primeira visita de Laiglesia a um país da América Latina desde que assumiu o cargo, em meados de abril, no lugar de Trinidad Jiménez, que desde então passou a ser a ministra da Saúde e Política Social.

O secretário será recebido amanhã pelo assessor para Assuntos Internacionais da Presidência, Marco Aurélio Garcia, e também se reunirá com o subsecretário-geral para a América do Sul do Ministério das Relações Exteriores, Enio Cordeiro.

Além disso, terá amanhã uma reunião com o diplomata uruguaio Agustín Espinosa, o responsável pelo escritório da Secretaria-Geral Ibero-Americana (Segib) no país, que funciona desde março passado.

Na sexta-feira, último dia de sua primeira visita oficial ao Brasil, Laiglesia terá uma reunião com o vice-ministro das Relações Exteriores, Samuel Pinheiro Guimarães, segundo informaram à Agência Efe fontes da embaixada espanhola.

O secretário garantiu que a América Latina é uma prioridade na política externa da Espanha, cujo Governo seguirá "fortalecendo a interlocução com todos os países" da região e ajudando nos avanços da integração.

Também explicou que um de seus objetivos principais à frente da Secretaria de Estado para a região ibero-americana é a celebração dos bicentenários das independências de diversos países latino-americanos.

Além disso, Laiglesia afirmou que uma das intenções da Espanha será combater a "relativa perda de interesse" que houve na UE em relação à região ibero-americana nos últimos anos.

O secretário destacou também que se deve avançar na projeção da América Latina na cena internacional por meio do aprofundamento dos processos de integração que existem na região, entre os quais citou a União de Nações Sul-Americanas (Unasul), promovida pelo Brasil e institucionalizada em maio do ano passado. EFE ed/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG