fortes enfrentamentos no Afeganistão - Mundo - iG" /

Secretário dos EUA teme fortes enfrentamentos no Afeganistão

Bruxelas, 12 jun (EFE).- O secretário da Defesa americano, Robert Gates, advertiu hoje que espera que o meio do ano seja de fortes enfrentamentos no Afeganistão, devido à pressão que representará para a insurgência a chegada de novas tropas da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf).

EFE |

"Acho que a previsão realista da maioria das pessoas é que temos pela frente uma estação de fortes enfrentamentos", disse Gates, após participar de um Conselho de Defesa da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), em Bruxelas.

Os Estados Unidos, que já têm 36 mil soldados no Afeganistão - a Otan conta, até o momento, com um total de 57 mil -, preveem enviar nos próximos meses outros 21 mil, 17 mil de combate e 4 mil de treinamento das forças de segurança afegãs.

Outros países aliados também vão fazer novas contribuições, mais modestas, principalmente dentro das próximas eleições afegãs, em 20 de agosto.

Além disso, Gates qualificou as baixas de civis afegãos como "uma das principais debilidades estratégicas" das forças internacionais no Afeganistão, pois "cada morte civil é um fracasso para nós".

O novo comandante das forças americanas no Afeganistão, tenente-general Stanley McChrystal, declarou hoje que sua prioridade no país centro-asiático será revisar as operações da Otan, a fim de reduzir as mortes de civis.

O secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer, afirmou que "a Isaf faz tudo o possível para evitar vítimas civis e para que seja aberta uma investigação transparente junto às autoridades afegãs toda vez que ocorrer um trágico acidente, a fim de depois aplicar as doutrinas que possam ser tiradas". EFE met/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG