Secretário do Tesouro americano chega à China

Pequim, 31 mai (EFE).- O secretário do Tesouro americano, Timothy Geithner, chegou hoje à China, principal credor dos Estados Unidos, para estudar com as autoridades locais formas de os dois países se unirem contra a crise, informou a agência oficial de notícias Xinhua.

EFE |

Geithner, que estudou mandarim numa universidade de Pequim nos anos 80, desembarca na capital chinesa com o objetivo de aproximar os dois gigantes econômicos.

"Temos a obrigação de garantir que, ao mesmo tempo em que solucionamos a crise, estabelecemos as bases para uma recuperação mundial mais equilibrada e sustentável", declarou o americano sobre a viagem.

Os compromissos oficiais do secretário do Tesouro estão agendados para amanhã e terça-feira, e envolvem reuniões com o presidente Hu Jintao, o primeiro-ministro Wen Jiabao e o vice-primeiro-ministro Wang Qishan.

Geithner também participará de uma conferência na Universidade de Pequim.

Nos encontros que tiver durante sua estada, o americano discutirá que caminhos seguir para "reforçar os vínculos econômicos entre China e EUA" e "promover um crescimento econômico estável e equilibrado em ambos os países".

A visita do secretário do Tesouro também vai servir para que Washington prepare os encontros do Diálogo Estratégico e Econômico China-EUA, que acontecerá em Washington durante o verão americano.

EFE mz/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG