Secretário de Transportes renúncia após derrota dos Kirchner

O secretário de Transportes da Argentina, Ricardo Jaime, renunciou nesta quarta-feira, no que parece indicar uma reestruturação do gabinete após a derrota da presidente Cristina Kirchner nas legislativas de domingo passado.

AFP |

"Por razões pessoais, apresentei minha renúncia irrevogável", disse Jaime à agência oficial Télam.

Como secretário dos Transportes, Jaime teve uma participação central na estatização das Aerolíneas Argentinas, que estavam nas mãos do grupo espanhol Marsans, e na administração das Ferrovias, que também voltaram ao Estado.

Jaime era um aliado antigo do casal Kirchner, desde a eleição de Néstor para a prefeitura da cidade de rio Gallegos, na província de Santa Cruz, no final dos anos 80.

A saída de Jaime é a segunda baixa no gabinete desde a derrota eleitoral de domingo, após a demissão da ministra da Saúde, Graciela Ocaña.

jos/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG