Secretário de Estado finlandês renuncia após escândalo de assédio sexual

Helsinque, 6 nov (EFE).- O secretário de Estado da Igualdade finlandês, Stefan Johansson, apresentou hoje sua renúncia após vir a público que assediou sexualmente várias mulheres durante uma recepção realizada há duas semanas na Embaixada da Suécia em Helsinque.

EFE |

Segundo publica hoje o jornal "Hufvudstadsbladet" citando testemunhas, Johansson, ligeiramente bêbado, tocou os seios de diversas mulheres convidadas à festa organizada pela Embaixada sueca por ocasião da feira do livro da capital finlandesa.

"Ele pegou meu seio, e fiquei tão surpresa que não soube como reagir", declara ao "Hufvudstadsbladet" uma das mulheres assediadas, que preferiu ficar no anonimato.

Esta mulher escreveu uma carta denunciando o comportamento do secretário de Estado ao ministro de Cultura e Esporte finlandês, Stefan Wallin, também responsável por questões relacionadas à igualdade de gênero, que pediu explicações a Johansson.

Em reunião realizada hoje, Johansson reconheceu os fatos, apresentou sua demissão e pediu desculpas publicamente por seu comportamento.

"Sinto profundamente que minha falta de controle, causada pelo álcool e o cansaço, me levasse a me comportar de um modo que nem eu mesmo posso aceitar", declarou Johansson em um breve comunicado.

A redatora-chefe da revista "Ny Tid", Solveig Arle, que foi testemunha do fato, qualificou o ato de Johansson como "vulgar".

"Que imagem é dada da igualdade finlandesa, quando nem sequer no Ministério competente neste tema existe um entendimento básico do que significa o assédio sexual?", indaga a jornalista no editorial.

EFE jg/wr/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG