Secretário da Defesa sugere aumentar contatos privados dos EUA com Irã

O secretário da Defesa dos Estados Unidos, Robert Gates, disse nesta quarta-feira acreditar que mais visitas privadas de cidadãos americanos ao Irã possam ajudar a aparar as diferenças entre ambos os países.

AFP |

Gates, que em 2004 defendeu maiores laços diplomáticos com o Irã, afirmou, porém, que não seria útil, agora, negociar com o governo liderado pelo presidente Mahmud Ahmedinejad.

"Precisamos pensar em um caminho para desenvolver alguma aproximação com os iranianos e, então, vamos nos sentar e conversar com eles", declarou Gates, em uma conversa na American Academy of Diplomacy, referindo-se às relações dos Estados Unidos com Teerã.

"Há, realmente, um bom número de iranianos que visitam os Estados Unidos", acrescentou Gates.

"Devemos incrementar o fluxo na outra direção, não de iranianos, mas de americanos, e que isso possa ser um caminho para criar um espaço, talvez, em um período de tempo", continuou.

As tensões entre Estados Unidos e Irã se agravaram nas últimas semanas em meio às acusações de Washington de que Teerã estaria financiando, treinando e armando grupos xiitas que atacam as forças americanas e da coalizão no Iraque.

jm/tt/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG