Secretário da Defesa dos EUA ameaça o Irã com sanções mais severas

O Irã vai enfrentar sanções mais severas se não responder positivamente aos oferecimentos de diálogo dos Estados Unidos sobre seu controvertido programa nuclear, advertiu nesta segunda-feira o secretário americano de Defesa, Robert Gates.

AFP |

"Está claro que se o processo de diálogo não tiver êxito, os Estados Unidos estão dispostos a pressionar para impor novas sanções mais severas que não seriam progressivas", declarou Gates durante uma coletiva de imprensa em Amã, dentro de sua viagem pela região.

"Washington tentará obter o apoio da comunidade internacional para uma posição muito mais dura", disse ainda, acrescentando que a solução privilegiada de seu país continua sendo um acordo negociado.

"Continuamos esperando que o Irã responda de maneira positiva a mão estendida do presidente (Barack Obama)", concluiu.

Gates chegou nesta segunda-feira a Israel para uma breve visita em que se reuniu com os dirigentes hebreus dentro dos esforços de Obama para reativar as conversações de paz entre Israel e os palestinos.

Depois Gates foi para Jordânia.

Sua visita à região coincide com a que realiza o emissário especial americano para o Oriente Médio, George Mitchell.

Uma delegação dirigida por James Jones, conselheiro para a Segurança Nacional de Barack Obama, também deve chegar à região nesta terça-feira.

bur-chw/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG