Secretaria-Geral Ibero-Americana abre escritório no Brasil

Brasília, 18 mar (EFE).- O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, e o titular da Secretaria-Geral Ibero-Americana (Segib), Enrique Iglesias, assinaram hoje um acordo para a abertura de um escritório do organismo no Brasil.

EFE |

"É um passo muito importante para aumentar a participação do Brasil no âmbito ibero-americano", disse Iglesias à Agência Efe, após o encontro com Amorim.

Iglesias explicou que a "presença física direta" nos países ibero-americanos é um dos objetivos da Segib, criada durante a 13ª Cúpula Ibero-Americana, realizada em 2003 na cidade boliviana de Santa Cruz de la Sierra.

Até agora, a Segib abriu um escritório de representação em Montevidéu, que cobre Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai, e estuda a instalação de outros dois no Panamá e no Peru.

O escritório em Brasília ficará sob o comando do diplomata uruguaio Agustín Espinosa, que também esteve presente no encontro com Amorim e, segundo Iglesias, "já está trabalhando".

O secretário-geral ibero-americano disse à Efe que, durante a reunião com Amorim, também foram analisados outros assuntos, como a crise financeira internacional e a contribuição que a Segib pode dar para minimizar seu impacto.

Iglesias mostrou satisfação com as discussões que os ministros da Fazenda e os presidentes de bancos centrais da região ibero-americana tiveram durante um encontro organizado em março, em Portugal ,e disse que reuniões semelhantes estão sendo preparadas.

A próxima será em Madri, em junho, para analisar "o papel dos bancos públicos e privados", e a seguinte em Assunção, em agosto, quando serão debatidas "políticas sociais contra a crise", disse Espinosa, ex-chanceler uruguaio e ex-presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Iglesias e Amorim também conversaram sobre a 19ª Cúpula Ibero-Americana, que será realizada em 30 de novembro e 1º de dezembro desse ano na cidade portuguesa de Estoril.

O assunto central da conferência, proposto por Portugal, será "Inovação e conhecimento", o que, segundo Iglesias, será tratado à luz da crise e com a premissa de encontrar alternativas que permitam manter e inclusive aprofundar os avanços sociais que os países da comunidade tiveram durante os últimos anos.

A Segib, integrada por Espanha, Portugal, Andorra e mais 19 países da América Latina, tem sede em Madri e é o órgão permanente de apoio institucional e técnico à Conferência Ibero-Americana e à Cúpula de Chefes de Estado e de Governo. EFE ed/bba/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG