Secretária dos EUA reforça desejo de fechar Guantánamo

Toledo (Espanha), 22 jan (EFE).- A secretária de Segurança Interna americana, Janet Napolitano, disse hoje que a vontade do Governo dos Estados Unidos sobre o fechamento de Guantánamo continua sendo a mesma.

EFE |

Em coletiva de imprensa na Espanha, onde esteve para participar nesta quinta-feira do conselho de ministros de Interior da União Europeia, Napolitano afirmou que os esforços dos EUA para fechar a base de Guantánamo "estão intactos", embora demandem mais tempo.

"Já se sabia que não íamos poder cumprir a data limite", disse.

A secretária americana lembrou a dificuldade de reunir toda a informação sobre os detidos para levá-los para fora da base.

Napolitano ainda agradeceu a cooperação recebida dos países europeus para a transferência de prisioneiros, mas reiterou a importância de fazer as coisas de "maneira adequada".

"Vamos na direção boa e, caso se demore mais tempo, isso é assim, mas o objetivo e nossa vontade continuam sendo os mesmos", disse Napolitano.

Hoje vence o prazo que o presidente dos EUA, Barack Obama, estabeleceu para o fechamento de Guantánamo.

Em uma de suas primeiras medidas como presidente, em 22 de janeiro de 2009 Obama assinou a ordem para o fechamento da prisão dentro de um ano. EFE lab/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG