Secretária britânica para Europa é mais um membro do Governo a renunciar

Londres, 5 jun (EFE).- A secretária de Estado britânica para a Europa, Caroline Flint, apresentou sua renúncia um dia após ter prometido lealdade ao primeiro-ministro do Reino Unido, Gordon Brown, mergulhado hoje em um amplo reajuste governamental.

EFE |

Na carta de renúncia, Flint acusou o premiê de tratá-la como um "manequim" e de mantê-la na "periferia" das decisões governamentais.

A agora ex-secretária, que será substituída por Glenys Kinnock (mulher do ex-líder trabalhista Neil Kinnock), criticou o líder trabalhista por dirigir "um Governo em duas velocidades: ao seu estreito círculo e ao resto do Gabinete".

Um pouco antes, o secretário de Estado de Emprego, Tony Paul McNulty, também apresentou a renúncia.

"Passei toda minha carreira ministerial, que completa agora seis anos, servindo Tony Blair e Gordon Brown. E estou muito orgulhosa de permanecer em um Governo trabalhista e de ser parte do Governo de Gordon Brown", afirmou Flint.

As renúncias acontecem após vários membros do gabinete de Brown terem entregado o cargo nos últimos dias, entre eles cinco ministros. EFE pa/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG