SEC vai investigar dois corretores de Wall Street por fraude

A SEC (autoridade americana correspondente à comissão de valores mobiliários do mercado brasileiro) anunciou nesta quarta-feira que abriu processo contra dois corretores de Wall Street suspeitos de fraudar clientes em mais de US$ 1 bilhão quando trabalhavam para o Credit Suisse.

AFP |

"A SEC acusou hoje dois corretores de Wall Street de terem roubado seus clientes comprando sem autorização mais de 1 bilhão de dólares em títulos ligados a créditos imobiliários de alto risco", indicou um comunicado desta autoridade.

A SEC (Securities and Exchange Commission) acrescentou que acusa estes dois corretores, Julian Tzolov et Eric Butler, "de terem iludido seus clientes fazendo-os acreditar que estes títulos eram investimentos sem risco", quando trabalhavam para a Credit Suisse Securities (EUA) LLC em Nova York.

mj/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG