SeaWorld retoma espetáculo com orcas a partir de amanhã

Miami, 26 fev (EFE).- O parque temático SeaWorld da cidade de Orlando (Estados Unidos) retomará amanhã seu espetáculo com orcas, mas os treinadores não interagirão com os animais dentro da água.

EFE |

O evento foi suspenso na quarta-feira passada depois que a orca Tillikum, uma das maiores do parque, atacou de forma fatal sua treinadora, Dawn Brancheau.

O presidente e diretor-executivo da SeaWorld Parks & Entertainment, Jim Atchison, fez o anúncio em entrevista coletiva na qual ratificou que Brancheau morreu por afogamento e devido a traumas múltiplos.

"Esta é a primeira vez em nossos mais de 40 anos (do parque) em que um incidente como este acontece", afirmou Atchison.

"Obviamente, tivemos um problema", reconheceu o presidente, quem não descartou mudanças nas normas, protocolos e procedimentos.

Por enquanto, acrescentou, "os treinadores não ficarão dentro d'água quando os espetáculos voltarem no sábado".

Atchison também disse que Tillikum é um "maravilhoso animal" que "permanecerá em atividade e continuará sendo um integrante da equipe apesar do ocorrido".

Segundo o presidente do SeaWorld, o parque entregou às autoridades imagens dos vídeos de vigilância que registraram a morte da treinadora.

"O incidente é um terrível acontecimento para nós", afirmou o executivo.

Tillikum, uma orca macho, esteve vinculada a outro incidente ocorrido em 1999, quando funcionários do SeaWorld encontraram o corpo de um turista que invadiu o tanque do animal durante a noite.

Além disso, a orca chegou ao parque em 1992 com antecedentes de ter atacado fatalmente um treinador no Canadá no ano anterior.

"Estamos revendo tudo o que é relacionado a Tillikum e às outras orcas do parque", informou Atchison.

A delegacia do condado de Orange, no estado da Flórida, divulgou na quinta-feira um relatório que corroborou os testemunhos de alguns turistas que presenciaram o incidente no qual a treinadora morreu.

Os turistas disseram que Brancheau, de 40 anos de idade e 16 como treinadora, estava interagindo "com o animal dentro da água, que estava na altura de seus joelhos, quando (Tillikum) a pegou por seu rabo-de-cavalo e a puxou para debaixo d'água". EFE so/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG