Los Angeles (EUA.), 10 abr (EFE) - Sean Penn e sua esposa, a atriz Robin Wright, retiraram de comum acordo o processo de divórcio o qual apresentaram em dezembro de 2007, informou hoje a imprensa local.

A Corte de Marin County (Califórnia) aceitou na última terça o pedido do casal de retirar o processo de divórcio, informa hoje a edição digital da revista "People".

Penn, de 47 anos, e Wright, de 42, decidiram colocar um ponto final no casamento em dezembro de 2007 após 11 anos juntos, mas agora parecem ter pensado melhor.

O casal foi visto em um show de Eddie Vedder, o vocalista do grupo Pearl Jam, realizado em San Francisco durante a noite de terça-feira, segundo a publicação "Extra".

Penn e Vedder são amigos e o músico chegou a escrever algumas músicas para o último filme dirigido pelo ator californiano, "Na Natureza Selvagem".

O ator deu entrada no processo de divórcio em 7 de dezembro, mas este foi rejeitado. Três dias depois, sua esposa fez o mesmo e a primeira audiência estava prevista para 21 de abril.

Penn e Wright têm dois filhos, Hopper Jack, de 14 anos, e Dylan Frances, de 16.

O casamento dos atores, em 1996, reuniu em Santa Mônica (Califórnia) cerca de 80 convidados, entre eles Marlon Brando, Jack Nicholson, Robert De Niro, Warren Beatty, Tim Robbins e Susan Sarandon.

Foi o primeiro casamento da atriz, que usou um vestido branco, e o segundo de Penn - de fraque -, que foi casado com Madonna entre 1985 e 1989.

Penn e Wright se conheceram em 1989 durante a filmagem de "Um Tiro de Misericórdia" e desde então mantiveram um relacionamento tumultuado no qual esta última "tentativa" de divórcio parece ser, até o momento, o último episódio. EFE mg/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.