magrinho - Mundo - iG" /

Schwarzenegger faz campanha por McCain e diz que Obama é magrinho

O ex-ator de filmes de ação e governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, disse nesta sexta-feira, em um comício do republicano John McCain, que o candidato democrata Barack Obama é magrinho e precisa malhar suas políticas e seu corpo.

AFP |

Schwarzenegger, ex-mister universo e anfitrião de várias competições de fisiculturismo em Columbus, divertiu a multidão reunida nesta cidade de Ohio ao dizer que o físico e a política de Obama são minguados.

"A cada ano em março venho até aqui para organizar o Arnold Classic, que trata de tudo relacionado a como esculpir e desenvolver o corpo. Por isso, quero convidar o senador Obama, porque ele precisa fazer algo com aquelas pernas fracas. Vou colocá-lo para fazer alguns agachamentos", brincou.

"Vamos fazê-lo trabalhar os bíceps para que aumente aqueles bracinhos esqueléticos. Oxalá possa fazer algo para colocar alguns músculos em suas idéias".

"O senador McCain, por outro lado, está construído como uma rocha. Seu caráter e seus pontos de vista são sólidos", prosseguiu Schwarzenegger.

McCain e Schwarzenegger entraram juntos no estádio de hockey de Columbus, no último dia de uma viagem crucial do candidato republicano pelo conservador estado de Ohio.

Schwarzenegger lembrou o passado de McCain como prisioneiro de guerra no Vietnã e piloto naval, e chamou o senador de herói americano da vida real.

"O caráter de John McCain já foi testado como jamais ocorreu com outro candidato a presidente na história desta nação", destacou Schwarzenegger.

"Ele passou cinco anos e meio como prisioneiro de guerra. Ele foi testado sob tortura, privação e isolamento" no Vietnã e "provou que tipo de homem ele é".

"Eu só fui herói nos filmes, mas John McCain é um herói da vida real e quando ele for eleito, vamos ver todo tipo de ação".

Schwarzenegger afirmou que os anos que McCain passou na prisão no Vietnã provaram sua capacidade de liderança, enquanto Obama é apenas um "homem eloqüente".

"Quando os americanos forem votar na terça-feira penso que devem fazer a seguinte pergunta: se você fosse um prisioneiro de guerra, quem gostaria de ter em sua cela? Um homem eloqüente ou um homem de coragem comprovada"?!

Desde 1960, nenhum presidente venceu as eleições nos EUA sem ganhar em Ohio, considerado um estado-chave para a votação de 4 de novembro nos Estados Unidos.

rcw/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG