Schwarzenegger decreta emergência na Califórnia por incêndio devastador

Um incêndio voraz, que devastou cerca de 100 km2 no norte da Califórnia (oeste dos Estados Unidos), obrigou o governador Arnold Schwarzenegger a proclamar o estado de emergência, no momento em que centenas de pessoas são evacuadas, de acordo com nota oficial divulgada nesta quinta-feira.

AFP |

O forte vento e a seca vêm atiçando vários focos desde terça-feira, no norte do estado, onde centenas de bombeiros tentam controlar as chamas, informaram as autoridades, acrescentando que não há registro de vítimas.

"Estamos batalhando, agressivamente, contra os fogos de Ohir e Humbolt, e agradeço pelo duro trabalho dos bombeiros e por seu esforço. Mobilizamos e coordenamos todos os recursos necessários para apagar esses incêndios", declarou o governador Schwarzenegger, pouco depois de receber a presidente chilena, Michelle Bachelet, em visita a Sacramento e a San Francisco.

A situação mais grave acontece em uma região do condado de Butte, 300 km ao norte de San Francisco, onde centenas de pessoas tiveram de ser evacuadas e 1.200 casas estão ameaçadas pelas chamas, que nesse ponto reduziram 25 km2 a cinzas, segundo o departamento de situações de emergência (OES) da Califórnia.

Esse foco estava controlado em apenas 10% até as 6h (10h de Brasília) de hoje, de acordo com o OES, enquanto que outro incêndio 30 km mais ao sul foi completamente apagado, após destruir 21 casas e outras 26 construções.

Outros dois focos importantes estão devastando a região de San Francisco, um no condado de Monterey e outro em Santa Cruz, onde mais de 1.000 casas estão ameaçadas pelas chamas.

Esses incêndios acontecem pouco depois de Schwarzenegger ter proclamado estado de seca na Califórnia, que registrou, em 2008, pelo segundo ano consecutivo, chuvas abaixo da média esperada.

pb/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG