Schwarzenegger ataca governo Bush sobre aquecimento global

O governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, disse que a resolução do governo do presidente George W. Bush de adiar qualquer decisão de regular os gases causadores do efeito estufa mostra que ele não acredita no aquecimento global.

AFP |

Em entrevista à emissora de TV ABC, Schwarzenegger afirmou que, mesmo assim, teria sido pouco sincero se o governo tivesse tomado uma decisão sobre essas emissões de gás, faltando apenas seis meses para o fim da presidência Bush.

"Para ser honesto com vocês, se tivessem feito algo este ano, teria pensado que era falso de qualquer maneira (...) porque você não muda o aquecimento global e não tem realmente um efeito fazendo algo seis meses antes de deixar o cargo", alfinetou, sexta-feira, na entrevista à ABC.

Schwarzenegger deu essas declarações no dia em que a Agência americana de Proteção Ambiental (EPA) publicou um relatório, marcado pela ausência de novas ações contra as emissões, e que convocava 120 dias de debates públicos, deixando qualquer decisão sobre o assunto, basicamente, para o próximo governo.

Ter tomado medidas em um momento tão avançado do segundo mandato de quatro anos de Bush não teria sido crível, disse Schwarzenegger, que promulgou uma histórica lei, em 2006, fazendo da Califórnia o primeiro estado americano a impor limites para as emissões de gases causadores do efeito estufa.

lt/tt

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG