Schröder responsabiliza Sakaashvili e pede que não se demonize a Rússia

Berlim, 16 ago (EFE).- O ex-chanceler alemão Gerhard Schröder responsabilizou o presidente da Geórgia, Mikhail Saakashivili, pelo atual conflito armado no Cáucaso e advertiu contra uma demonização da Rússia.

EFE |

Em entrevista que será publicada pela revista "Der Spiegel" em sua próxima edição da segunda-feira, Schröder qualifica Saakashvili de "gatuno" e assinala que a origem do conflito atual é sem sombra de dúvida "a incursão dos georgianos na Ossétia do Sul".

O antecessor de Angela Merkel na Chancelaria alemã acredita que as perspectivas da Geórgia de entrar na Otan "passaram para um futuro muito distante" por causa dos últimos eventos. EFE ih/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG