Scalfaro pede a Berlusconi que esclareça escândalo sexual no Parlamento

O ex-presidente da Itália Oscar Luigi Scalfaro (1992-1999) instou nesta quarta-feira o chefe do governo, Silvio Berlusconi, a se explicar no Parlamento sobre as polêmicas festas com prostitutas, organizadas em sua casa, nas quais foi flagrado recentemente.

AFP |

"Verdade e clareza em todas as ocasiões", pede o ex-presidente Scalfaro, de 90 anos, histórico rival de Berlusconi, em uma entrevista publicada pelo jornal La Repubblica.

"Quando um homem de Estado é convidado a dar explicações ao Parlamento sobre seu comportamento, mesmo que seja privado, mas que abra uma ampla margem de discussão na opinião pública, este chamado não pode ser ignorado", afirmou.

"O Parlamento, que representa o coração de nossa vida democrática segundo a Constituição, tem o direito de saber", destacou Scafaro.

A vida íntima de Berlusconi, principalmente no que se refere às revelações feitas por várias prostitutas de luxo que trabalharam em festas organizadas em sua mansão romana, geraram protestos da oposição e da Igreja católica.

O jornal de centro-esquerda La Repubblica publica há dois meses uma lista de dez perguntas dirigidas a Berlusconi sobre suas polêmicas relações - que, até hoje, não tiveram resposta.

"Não queremos confissões públicas", disse Scalfaro, que não descarta que estas prostitutas sejam "usadas como espiãs".

Aos 72 años, célebre mulherengo, Berlusconi está no olho de um furacão depois das confissões de uma bela mulher que contou ter sido paga para passar a noite com o chefe do governo italiano.

bur-kv/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG