Saúde: Senado não vota reforma de Obama antes do recesso

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, sofreu neste quinta-feira um sério revés em seu projeto de reforma do sistema de saúde, após a decisão dos líderes do Senado de não votar a medida antes do recesso parlamentar de agosto.

AFP |

Obama havia pedido às duas casas do Congresso que votassem antes do recesso seu projeto de reforma da saúde, para se chegar a um texto comum na retomada das sessões parlamentares.

Mas o líder da maioria democrata, Harry Reid, anunciou que os legisladores precisam de mais tempo: "Acredito que é melhor ter um produto de qualidade, com reflexão e maturidade, do que tentar aprovar um rascunho".

Em Ohio (norte), Obama minimizou o golpe: "Não há problema. Quero apenas que o trabalho prossiga (...) que isto termine até o final do ano, até o outono" boreal.

lal/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG