Satélites da Nasa fotografam vazamento de óleo no Golfo do México

Washington, 30 abr (EFE).- Dois satélites da Nasa estão ajudando a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês) a acompanhar o deslocamento da mancha de petróleo nas águas do Golfo do México, a qual começa a chegar às costas do estado da Louisiana (EUA).

EFE |

Washington, 30 abr (EFE).- Dois satélites da Nasa estão ajudando a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA, na sigla em inglês) a acompanhar o deslocamento da mancha de petróleo nas águas do Golfo do México, a qual começa a chegar às costas do estado da Louisiana (EUA). Em comunicado, a agência espacial americana, que publicou hoje fotografias tiradas do espaço que mostram o vazamento, assinalou que essas tarefas são realizadas pelos satélites Terra e Aqua. As imagens foram captadas entre terça-feira e quinta-feira dessa semana e indicam uma mancha de mais de 1,5 mil quilômetros quadrados. A manifestação surgiu no Golfo do México após a explosão e afundamento da plataforma de prospecção petrolífera Deepwater Horizon, localizada a cerca de 75 quilômetros do delta do rio Mississipi. A NOAA, que participa junto com a Guarda Costeira nos esforços para reduzir os danos ambientais da mancha sobre a costa do Golfo, disse hoje que o poço de petróleo está derramando cerca de 5 mil barris de petróleo por dia. EFE ojl/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG