Bruxelas, 24 jun (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, viajará no dia 11 de julho a Dublin para explorar com o Governo irlandês possíveis saídas à crise provocada pelo não da Irlanda ao Tratado de Lisboa.

Segundo confirmou hoje em Bruxelas o Secretário de Estado francês de Assuntos Europeus, Jean-Pierre Jouyet, a Presidência francesa da União Européia (UE), que começará no dia 1º de julho, quer ter uma idéia precisa das razões do "mal-estar" irlandês.

Para isso, viajarão a Dublin Sarkozy, o ministro de Assuntos Exteriores, Bernard Kouchner, e o próprio Jouyet.

Em uma conversa organizada em Bruxelas pelo Instituto Francês de Relações Internacionais (IFRI), Jouyet reconheceu que a questão mais delicada, sobre a qual "ainda não há uma resposta", é saber se haverá um segundo plebiscito para a ratificação irlandesa do Tratado de Lisboa, e quando ele ocorreria. EFE jms/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.