O atual presidente da União Européia, Nicolas Sarkozy, declarou nesta segunda-feira, em Tbilisi, que se as forças russas não saírem da Geórgia até 15 de outubro, exceto por Ossétia do Sul e Abkházia, a UE vai tomar suas providências.

Já o presidente georgiano, Mikhail Saakachvili, revelou que Tbilisi acolherá em outubro uma cúpula, com a presença de Sarkozy, sobre a reconstrução da Geórgia após o conflito russo-georgiano.

bfi/LR

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.