Os governos de Rússia e Geórgia aceitaram um plano promovido pela França, com o objetivo de restaurar a paz na região, anunciou, de lá, o presidente francês, Nicolas Sarkozy, nesta quarta-feira.

"Há um texto aceito por Moscou e pela Geórgia", declarou Sarkozy há pouco, em entrevista à imprensa ao lado do presidente Mikheil Saakashvili em Tbilisi. "Tenho a concordância de todos os protagonistas", acrescentou Sarkozy, que também é presidente de vez da União Européia.

tmo-/tt/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.