Sarkozy reitera rejeição à adesão da Turquia à UE

Paris, 5 abr (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, reiterou hoje sua oposição à adesão da Turquia à União Europeia (UE), ao contrário da opinião do presidente americano, Barack Obama, argumentando que é uma decisão do bloco europeu.

EFE |

"Sempre fui contra esta adesão e mantenho isso", disse o chefe do Estado francês, em declarações à rede de televisão "TF1".

Sarkozy, que hoje participa da cúpula informal entre UE-EUA em Praga, destacou também o fato de que é uma posição defendida não só pela França, mas também por uma "imensa maioria" dos Estados-membros da União Europeia.

Após ressaltar que trabalha em estreito contato com o presidente americano, o chefe do Estado francês acrescentou que, quando se trata da UE, são os países-membros que têm que decidir.

No caso da eventual adesão da Turquia à UE, um país "aliado" da Europa e dos Estados Unidos, "minha posição não mudou", insistiu.

EFE pi/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG