Paris, 13 mar (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, recebeu uma nova carta com ameaças de morte parecida com a que foi enviada a ele e a outros políticos no final do mês passado, embora nesta ocasião não tenha sido incluída uma bala, informou nesta sexta-feira a imprensa local.

O popular apresentador do telejornal da tarde da rede "TF1", Jean-Pierre Pernaut, também recebeu uma carta ameaçadora similar que, no entanto, continha uma bala de nove milímetros.

Trata-se de cartas similares às reveladas no começo do mês que foram enviados, com balas de diferentes calibres, a Sarkozy, a membros do Governo e a alguns cargos eleitos locais, além de ao presidente da "TF1", Nonce Paolini.

A carta enviada a Pernaut, considerado um jornalista próximo aos meios conservadores, foi recebida ontem na sede da "TF1", e descoberta pelos colaboradores do jornalista, que não estava em seu escritório. EFE lmpg/ma

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.