PARIS - Uma carta contendo uma munição de caça de grosso calibre foi endereçada ao presidente francês Nicolas Sarkozy e interceptada pelos serviços de segurança.

Segundo uma fonte judicial, a carta apresenta elmentos similares às já anteriormente enviadas ao presidente com ameaças contra sua vida.

Uma série de cartas assinadas pelos "combatentes da célula 34", acompanhads de balas, foram enviadas a Sarkozy, a membros do governo e a diversas personalidades da direita do fim de 2007 ao início de 2008.

Os serviços antiterroristas estão encarregados da investigação.

Leia mais sobre França

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.