Tamanho do texto

O presidente francês, Nicolas Sarkozy, afirmou nesta quinta-feira que a França verdadeira não estava em Vichy e sim na voz do general De Gaulle e no rosto dos resistentes.

"Não apenas celebramos uma vitória militar. Celebramos antes de mais nada uma vitória moral", afirmou Sarkozy durante um ato de comemoração em Ouistreham (norte de França) da vitória aliada sobre a Alemanha nazista, em 8 de maio de 1945.

Quase um ano antes, em 6 de junho de 1944, jovens franceses da Resistência do comando Kieffer, desembarcavam nesta praia da Normandia.

"Nenhuma falta, nenhum crime deve ser esquecido, mas a França, que tantas vezes em sua história lutou pela liberdade e a dignidade humanas; sobre a qual temos que ensinar a nossos filhos a ser orgulhosos, a verdadeira França não estava em Vichy, não estaba na colaboração", insistiu Sarkozy.

"A verdadeira França não estava na milícia, a verdadeira França, a França eterna, estava na voz do general (Charles) De Gaulle".

"A França verdadeira, a França eterna, estava no valor de Jean Moulin e no rosto luminoso de Germaine Tillion, de Lucie Aubrac, de Honoré d'Estienne d'Orves, de Tom Morel e do comandante Kieffer", disse, ao enumerar alguns dos grandes nomes da Resistência francesa.

npk-tmo/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.