Sarkozy quer viajar de novo à Rússia e à Geórgia, diz Fillon

Paris, 1 set (EFE).- O presidente francês e de turno da União Européia (UE), Nicolas Sarkozy, quer viajar de novo à Rússia e à Geórgia para fazer avançar a causa da paz, segundo o primeiro- ministro francês, François Fillon.

EFE |

A algumas horas da cúpula extraordinária da UE em Bruxelas para analisar as conseqüências do conflito na Geórgia e seu impacto nas relações com a Rússia, Fillon reafirmou a oposição de Paris de sanções contra Moscou, que reconheceu a independência das regiões georgianas da Abkházia e da Ossétia do Sul.

A palavra "diálogo", e não as sanções, está "na ordem do dia", destacou Fillon em uma entrevista à emissora "Europe 1".

Ele antecipou que Sarkozy proporá a seus colegas europeus "um certo número de iniciativas", como uma nova viagem a Moscou e Tbilisi "para fazer avançar a causa da paz".

Sarkozy tinha intermediado no dia 12 de agosto o acordo de cessar-fogo, de seis pontos, entre Rússia e Geórgia. EFE ao/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG