Sarkozy quer cúpula sobre crise financeira em novembro

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - O presidente francês, Nicolas Sarkozy, pediu na terça-feira uma cúpula de líderes mundiais para novembro para discutir a crise financeira global e quais lições se pode tirar dela. É minha convicção que é dos chefes de Estado e dos governos dos países mais diretamente envolvidos a responsabilidade de se reunir antes do fim do ano para examinar, juntos, as lições que podem ser retiradas da crise financeira, disse Sarkozy em um discurso na Assembléia-Geral das Nações Unidas.

Reuters |

'Adiamos demais quando nos vimos diante da necessidade de dar ao mundo globalizado as instituições que irão regulá-lo', acrescentou o presidente francês. 'Vamos construir juntos um capitalismo regulado, no qual as atividades financeiras não são deixadas somente ao julgamento dos operadores do mercado', disse.

Sarkozy também pediu que o G8, grupo dos principais países industrializados, seja ampliado para incluir China, Índia, África do Sul, México e Brasil.

(Por Louis Charbonneau)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG