Sarkozy perde ação e seu boneco vodu continua à venda

Paris, 29 out (EFE).- A Justiça francesa rejeitou hoje a ação do presidente francês, Nicolas Sarkozy, para que se proibisse a venda de um boneco vodu com seu rosto, comercializado pela firma Tear Prod, por suposta violação de direitos de imagem.

EFE |

A representação não autorizada da imagem de Sarkozy não atenta contra a dignidade humana nem constitui um ataque pessoal contra o presidente francês, mas "se inscreve dentro dos limites autorizados da liberdade de expressão e do direito ao humor", concluiu o juiz do Tribunal de Grande Instância de Paris.

Requerido por procedimento de urgência na quinta-feira passada após o processo apresentado pelo presidente francês, o Tribunal devia decidir se exigia a retirada da venda de um boneco vodu de brinquedo com a cara de Sarkozy, um conjunto de agulhas e um manual para praticar vodu com o chefe de Estado.

O conjunto de utensílios, desenhado pelo editorial KB, é vendido há três semanas por 12,95 euros.

A empresa comercializa igualmente o mesmo boneco -em vermelho em vez de em azul- com o rosto da ex-candidata presidencial socialista Ségolène Royal.

Na semana passada, o polêmico manual de Sarkozy, liderava as vendas da site de comércio eletrônico "amazon.fr", enquanto o de Royal ocupava a quarta posição da classificação. EFE jaf/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG