Sarkozy passa mal durante exercício e vai para hospital

PARIS (Reuters) - O presidente francês, Nicolas Sarkozy, foi levado para o hospital no domingo depois de sentir-se mal enquanto praticava exercícios, disseram autoridades. A televisão e rádio francesas citaram uma fonte próxima ao o presidente de 54 anos segundo a qual ele sofreu um problema que foi considerado como de menor gravidade.

Reuters |

Um episódio como o que ele sofreu pode ser ligado a uma queda da pressão sanguínea, baixo batimento cardíaco e desmaio.

Ele, que estava na residência de La Lanterne em Versailles, foi levado ao hospital militar de Val-de-Grace, na capital francesa, informou a imprensa francesa.

"Ele teve este problema quando estava se exercitando, correndo", disse o chefe do Estado maior francês, Claude Gueant, segundo o site do jornal Le Parisien.

"O presidente está totalmente consciente, este episódio não durou muito", disse.

Perguntado se Sarkozy sofreu algum problema cardíaco, Gueant disse: "Isto é sem dúvida errado. É prematuro dizer".

Sua mulher, a cantora Carla Bruni-Sarkozy, estava ao lado do presidente.

O governo francês emitiu uma curta nota.

"Ele foi imediatamente avaliado por seu médico. Ele está passando por exames extras", disse o comunicado do governo.

O governo de Sarkozy publicou no início de julho os resultados de uma avaliação regular de saúde, segundo a qual os exames cardiovasculares e sanguineos deram resultados normais.

Sarkozy, que assumiu o cargo em maio de 2007, foi hospitalizado brevemente em outubro daquele ano, mas a informação foi se tornou pública na época, em linha com a tradição francesa de manter segredo sobre a saúde presidencial.

O episódio foi revelado em um livro e confirmado pelo governo em janeiro de 2008. Sarkozy pratica corrida e ciclismo.

(Por Anna Willard, Emmanuel Jarry, Celment Guillou, Thierry Leveque e Antony Paone)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG