Sarkozy inicia sua primeira visita a Israel e a ANP como chefe de Estado

JERUSALÉM - O presidente francês, Nicolas Sarkozy, inicia esta tarde sua primeira visita a Israel e os territórios palestinos como chefe de Estado, acompanhado de sua esposa, Carla Bruni, sete ministros e uma centena de empresários.

EFE |

A viagem, de três dias de duração e a terceira que um presidente francês faz ao país em seus 60 anos de existência, inscreve-se na política de Sarkozy de aproximação a Israel, onde se desenvolverá quase todo o programa oficial.

O presidente francês deve aterrissar às 17h30 (11h30 de Brasília) no aeroporto Ben Gurion, perto de Tel Aviv, para se reunir pouco depois com seu colega israelense, Shimon Peres, em sua residência em Jerusalém.

Pela noite, jantará com o primeiro-ministro Ehud Olmert, ambos acompanhados por suas esposas, Carla e Aliza.

Os planos nucleares do Irã, o projeto "sarkozista" de União pelo Mediterrâneo (UPM), cujo lançamento está previsto para o próximo dia 13 de julho em uma cúpula em Paris, ou a aproximação de Paris de Damasco são alguns dos temas que serão abordados por ambos os dirigentes, segundo fontes diplomáticas.

O prato forte da visita terá lugar amanhã, segunda-feira, quando Sarkozy pronunciar no Parlamento israelense um discurso contra os inimigos do Estado judeu e a colonização da Cisjordânia, segundo diversas fontes.

Esse mesmo dia, ambos os presidentes visitarão o Museu do Holocausto e terão um jantar de Estado.

Por último, na terça-feira, se reunirá com o líder da oposição, o ex-primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, irá à apresentação do Renault Mègane elétrico e discursará em uma conferência de empresários de ambos os países em Jerusalém.

Sarkozy passará apenas três horas nos territórios palestinos, antes de tomar o avião outra vez para a França no aeroporto Ben Gurion, as quais usará para se reunir com seu colega palestino, Mahmoud Abbas, na cidade de Belém.

O programa nuclear de Teerã também centrará a visita, dois dias depois de o jornal americano "The New York Times" ter publicado que o Exército israelense realizou este mês testes militares de bombardeio de instalações nucleares iranianas.

Leia mais sobre Sarkozy

    Leia tudo sobre: sarkozy

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG