Sarkozy força mudança de ordem na mesa durante atos da Otan

Berlim, 14 fev (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, forçou uma mudança de ordem na mesa de conferências durante os atos comemorativos do 60º aniversário da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), em abril, afirma a revista alemã Der Spiegel, em sua edição da segunda-feira.

EFE |

Sarkozy chegou a ameaçar com não assistir aos atos em Estrasburgo (França), Kehl e Baden-Baden (ambas na Alemanha) se não ficasse na mesa junto ao secretário-geral da Otan, Jaap de Hoop Scheffer.

A revista lembra que o habitual é que os chefes de Estado e Governo da Otan se sentem à mesa de conferências, seguindo a ordem alfabética do nome de seus países em inglês.

Acrescenta que, para evitar um escândalo, os organizadores do evento chegaram a um compromisso diplomático com o presidente francês.

Enquanto as câmeras de televisão ficarem na sala, Sarkozy poderá sentar-se ao lado direito do secretário-geral da Otan, enquanto a chanceler alemã, Angela Merkel, ficará à esquerda.

Mas, assim que os 26 chefes de Estado e Governo da Otan iniciarem suas sessões a portas fechadas, ocorrerá uma mudança de cadeiras e todos voltarão ao lugar que lhes corresponde alfabeticamente. EFE jcb/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG