repouso relativo em sua residência de Versalhes - Mundo - iG" /

Sarkozy fica de repouso relativo em sua residência de Versalhes

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, seguiu a orientação de repouso relativo dada pelos médicos após o mal-estar sofrido domingo e passou o dia na residência oficial de La Lanterne, em Versalhes, perto de Paris, onde preparou o último conselho de ministros antes das férias.

AFP |

Vítima de um mal-estar domingo quando corria, e hospitalizado até o dia seguinte em Paris, o chefe de Estado "está muito bem", afirmou a presidência francesa.

"Ele recebeu seus principais colaboradores, e está preparando o conselho de ministros de quarta-feira", acrescentou.

O presidente passará a noite em La Lanterne e voltará quarta-feira ao Palácio do Eliseu, onde ficará "pelo menos até quinta-feira", antes de sair de férias para Cap Nègre, no sudeste da França, onde a família de sua mulher, Carla Bruni, tem uma casa.

Sarkozy recebeu mensagens de apoio de vários dirigentes estrangeiros, destacou o Eliseu, citando, entre outros, os presidentes americano, Barack Obama, egípcio, Hosni Mubarak, e argelino, Abdelaziz Buteflika, além da chanceler alemã Angela Merkel, e dos chefes de governo italiano, Silvio Berlusconi, e espanhol, José Luis Rodriguez Zapatero.

O mal-estar de Sarkozy foi amplamente comentado na França, com vários meios de comunicação especulando sobre eventuais consequências no funcionamento da presidência.

De acordo com os resultados do último check-up de Sarkozy, publicados nesta segunda-feira, não há "causa" nem "consequências cardiológicas" do mal-estar presidencial.

No entanto, Frédéric Lefebvre, porta-voz da UMP (o partido de Sarkozy) provocou um início de polêmica ao se referir a "um acidente cardíaco", e teve que retificar suas declarações.

rh/yw/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG