Sarkozy exige libertação de francesa acusada de espionagem por Teerã

Paris, 7 jul (EFE).- O presidente da França, Nicolas Sarkozy, exigiu hoje a libertação da universitária francesa de 23 anos detida desde 1º de julho no Irã sob acusações de espionagem.

EFE |

"Essas acusações são muito fantasiosas", disse Sarkozy, em entrevista coletiva, na qual acrescentou, "da maneira mais clara e mais simples", que exige a libertação da compatriota.

O chefe do Estado francês disse que não quer "duvidar nem um só instante de que será liberada sem demora", porque "esses não são métodos".

Sarkozy se manifestou de forma contudente um dia depois de o ministro de Assuntos Exteriores francês, Bernard Kouchner, pedir "às autoridades iranianas que libertem imediatamente" Clotilde Reiss, que "foi detida no aeroporto" quando saía do país, onde tinha residido durante cinco meses. EFE jaf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG