Sarkozy: Europa tem que mudar e as reformas devem continuar

Paris, 8 jun (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, considerou que o sucesso ontem de seu partido nas eleições europeias deriva de sua ação durante a Presidência francesa da União Europeia na segunda metade de 2008 e considerou que a Europa deve mudar e as reformas devem continuar.

EFE |

Em comunicado, Sarkozy anunciou que nos próximos dias vai tomar iniciativas para outras mudanças e que com vistas ao Conselho Europeu tem intenção de receber os líderes dos partidos franceses representados no Parlamento Europeu.

"Os franceses devem estar unidos para construir a Europa e a França de depois da crise", ressaltou.

Nas eleições de ontem a União por um Movimento Popular (UMP), ficou em primeiro lugar, com 27,87% dos votos, longe do Partido Socialista (PS) com 16,48% e dos ecologistas com 16,28%.

Outro dos grandes vencedores desta apuração na França, o líder da Europa Ecologia, Daniel Cohn-Bendit, disse que está negociando com os socialistas europeus "para tentar fazer uma maioria".

Em entrevista à emissora de rádio "RTL", Cohn-Bendit destacou que os ecologistas dos países europeus terão na nova Eurocâmara mais de 50 deputados, que na anterior legislatura já tinham sido uma força-chave com "capacidade de proposta" e que a intenção é "continuar nesta direção". EFE ac/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG