Sarkozy envia carta a Rússia e Geórgia sobre plano para conflito

Avignon (França), 6 set (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, enviou uma carta aos líderes russo e georgiano para esclarecer os mal-entendidos sobre as diferenças no plano de seis pontos elaborado pela União Européia (UE) sobre o conflito no Cáucaso.

EFE |

A carta expõe "a interpretação francesa" do documento, já que "fomos nós que o propusemos", assinalou o chanceler francês, Bernard Kouchner, em coletiva de imprensa que encerrou a reunião informal de ministros de Assuntos Exteriores da UE.

Kouchner explicou que as dificuldades de interpretação têm origem "na tradução, como sempre", pois, nesse caso, o texto precisou ser passado do francês para o inglês e depois ao russo.

No entanto, o ministro francês ressaltou que só houve "um documento" e que os três presidentes assinaram "o mesmo papel", proposto por Sarkozy e assinado em meados de agosto, e que estabelece seis pontos para o final das hostilidades e o recuo de tropas russas em território georgiano.

O embaixador da Rússia na UE, Vladimir Chizov, assegurou na terça-feira passada que Sarkozy apresentou a Moscou e Tbilisi duas versões diferentes do plano de paz que pôs fim aos enfrentamentos na Geórgia. EFE rcf/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG