Sarkozy e Mubarak cogitam conferência global para paz no O.Médio

Paris, 21 jul (EFE).- O presidente da França, Nicolas Sarkozy, e seu colega egípcio, Hosni Mubarak, discutiram hoje a possibilidade de organizar uma conferência internacional para a paz entre palestinos e israelenses.

EFE |

"É preciso tomar iniciativas fortes para impulsionar fortemente as partes para que retomem o caminho das negociações", disseram fontes diplomáticas ao término da reunião, que durou uma hora e aconteceu no Palácio do Eliseu.

A ideia de Sarkozy é reunir "todas as partes ao redor de uma mesa do mais alto nível".

Mubarak, por sua vez, declarou à imprensa que duvida que "seja possível fazer algo na região antes do fim de agosto". Mas disse que se esforçará para que os partidos palestinos Hamas e Fatah aproximem posições.

A reunião em Paris também serviu para que ambos os líderes mostrassem seu acordo quanto à importância de integrar Brasil, China, Índia, México, África do Sul e Egito ao Grupo dos Oito (G8; Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha Itália, Canadá, Japão e Rússia).

Segundo as fontes, os dois concordaram que é impossível lidar com os problemas do século XXI com instituições herdadas do século XX.

Sarkozy e Mubarak também conversaram sobre o Irã, cujas eleições para presidente preocupam a França.

Fontes do Palácio do Eliseu disseram que Sarkozy espera Teerã decidir se vai cooperar nas questões nucleares antes de setembro. Só assim o regime islâmico evitará sanções mais severas, acrescentou.

EFE jaf/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG