Sarkozy e Merkel inauguram monumento a Charles de Gaulle na França

Paris, 11 out (EFE).- O presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a chanceler alemã, Angela Merkel, inauguraram hoje um monumento ao general Charles de Gaulle, fundador da Quinta República Francesa, antes de começar uma reunião na qual abordarão a crise financeira.

EFE |

Sarkozy e Merkel chegaram pouco antes das 12h local à região de Colombey-les-Deux-Églises, norte da França, onde o ex-presidente francês morreu em 1970, para inaugurar um monumento construído parcialmente dentro de uma colina em homenagem a De Gaulle.

A homenagem ao general é concedida 50 anos após uma reunião histórica, mantida na localidade pelo próprio De Gaulle e pelo chanceler alemão Konrad Adenauer, que selou a reconciliação entre os dois países após a Segunda Guerra Mundial.

Os atos de hoje em Colombey-les-Deux-Églises servirão de referência para a reunião de trabalho que deve ser realizada após um almoço por Sarkozy e Merkel, que participarão amanhã, em Paris, de uma cúpula européia extraordinária para tentar encontrar uma solução para a crise financeira mundial.

A princípio prevista para preparar a reunião do Conselho Europeu dos próximos dias 15 e 16, em Bruxelas, a convocação - em caráter de urgência - de uma reunião dos máximos responsáveis dos 15 países europeus que têm o euro como moeda comum sofreu uma mudança nos planos iniciais.

Paris, como sugeriu hoje a ministra da Economia francesa, Christine Lagarde, calcula que uma das propostas que os líderes do grupo europeu poderiam adotar no domingo seria a de permitir uma maior intervenção pública nos bancos.

Berlim, como antecipou em Washington o presidente do Bundesbank (autoridade monetária alemã), Axel Weber, não exclui mais algum tipo de intervenção nos bancos, depois que as autoridades alemãs criticaram medidas semelhantes adotadas pelo Reino Unido. EFE jam/fh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG